Qual a Beleza desejada? por ALLAN LUCENA

A preparação para um concurso de beleza não é fácil, são meses e meses cuidando do rosto, do corpo, do estilo, da alimentação, da saúde, fazendo ensaios e mais ensaios e tudo isso com o intuito de formar um conjunto completo de beleza, esse é o foco natural de concurso. Após todo esse preparo começam as fases classificatórias de avaliação dos candidatos já no evento, analisando melhor corpo, melhor modelo, prova esportiva, melhor pele, evolução de mídia pessoal e em conjunto, análise de como desfila, projetos sociais, sua desenvoltura em danças e coreografias, uma vez que abertura de eventos como esse se fazer com apresentação de todos os candidatos, comprometimento, pontualidade, companheirismo, Cordialidade e etc.

Achar um candidato com todas essas qualidades, com toda essa vontade de encarar essa disciplina, desafios, parando em alguns momentos a própria vida é o real desafio de uma coordenação regional, nacional e internacional. Por muitas vezes se encontra perfil bom de corpo e rosto, mas com um comportamento que deturpa sua imagem, outros com beleza mediana e muita vontade de vencer e por vezes uns com tantos requisitos e qualidades que a arrogância e prepotência o faz perder qualquer disputa ou sequer iniciar tal trabalho, porque sua beleza superficial se definha diante de seu comportamento e falta de humildade.

Então o que é beleza e qual a beleza procurada hoje em dia nos concursos de beleza, que em alguns casos não elege o mais bonito aos olhos de quem vê e gera tanta dúvida? Será que mereceu, será que foi forjado?

Na minha humilde opinião, que me perdoem os críticos, os feios para esse fim e os especialistas em “Missologia”, pois nem sei se concordam comigo, mas beleza facial e corporal é pré requisito básico sim, pois o próprio nome já fala, concurso de BELEZA Masculino e Feminino e hoje é justamente isso que coloca em cheque a credibilidade de alguns concursos no Brasil e no Mundo, aonde não se entrega a coroa para o candidato realmente completo e que a olhos nus se percebem a grande diferença do primeiro colocado que na realidade não merecia a faixa ou que efetivamente se percebe a arrogância e prepotência ao já se comportar como o escolhido.

Para a vida, para as oportunidades diárias, para trabalhos comuns e para o respeito entre as pessoas, a beleza é apenas um detalhe, que aí sim, não interfere e não entra em classificação ser belo ou não.

Ainda entendo pouco como se aceitam candidatos sem nenhum perfil para o que se propõe, estando esses com corpos inadequados, com beleza longe de ser, pelo menos, normal, o que tornaria o evento bem mais equilibrado e aí sim, o destaque não seria somente em beleza, classificar-se-iam os mais inteligentes, humildes, competentes, disciplinados e os reais representantes de concursos de beleza, ou seja, a beleza não seria o foco já que todos estariam equiparados quanto a corpo e rosto, tornado o comportamento, a competência e dedicação dos candidatos os reais critérios para se eleger o com beleza completa.

A beleza extrema, a comum e a ausência dela sem preparo não é nada, mas a pouca capacidade humana de respeitar, se portar com humildade e se posicionar como real exemplo para a sociedade, além de não convencer nenhum perfil de ser humano é desperdício e tira a oportunidade de colocarmos na ponta quem realmente merece.

Allan Lucena – Personal Trainer e Coordenador do Mister Mundo Brasil 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s